Arquivo da categoria: Diário Dr. Alexandre Pessoa

Diário Dr. Alexandre Pessoa

ESTUDO DE ACOMPANHAMENTO NA VENDA DE ANIMAIS LEGALIZADOS POR LOJA LEGALIZADA E ESPECIALIZADA EM ESPÉCIMES SILVESTRES (abril/2006)

O Brasil é um dos maiores exportadores de animais silvestres ilegais no mundo. A legalização de criadores comerciais vem ajudando em muito no combate a este tipo de contravenção. Se nós pensarmos que cada animal vendido legalmente é um animal a menos que teve de sair da floresta, já encontramos um ponto positivo importantíssimo para esta prática. Outros fatores importantes a serem lembrados são a arrecadação de impostos nas transações comerciais e a geração de empregos para tratadores, transportadores, biólogos, médicos veterinários, vendedores, industrias especializadas em artigos, rações, suplementos, etc.

jabuti

Com autorização do IBAMA, hoje podemos comprar animais legalizados como jibóias, teiús, iguanas, jabutis, tigres d´agua, sagüis, papagaios, araras, dentre outros tantos. Continue lendo ESTUDO DE ACOMPANHAMENTO NA VENDA DE ANIMAIS LEGALIZADOS POR LOJA LEGALIZADA E ESPECIALIZADA EM ESPÉCIMES SILVESTRES (abril/2006)

Vacino ou não meu ferret?

Pergunta frequente de cliente: “preciso vacinar meu ferret?”

Sim, 100% sim!

Quando chegam ao Brasil, já vem com a primeira dose contra cinomose, doença fatal nesta espécie. Depois realizo mais 3 doses com intervalos mensais e após 15 dias, aplico a anti-rábica.

013

Não as realizo ao mesmo tempo, pois podem ter reação alérgica, em alguns casos, levando o animal à morte 🙁

Há certa dificuldade de encontrar as vacinas específicas e indicadas, mas com certa insistência, podem ser encontradas.

Ainda não indico vacinas mistas, não há estudos comprovando reações adversas como anafilaxia ou até mesmo choque. Como participo de fóruns nacionais e internacionais, muito amigos europeus e americanos ainda não indicam.

Há alguns que dizem: “vacina segura, é vacina não aplicada…” rsrsrs, só querem dizer que qualquer vacina pode causar uma reação anafilática, só isso, mas devemos sim vacinar nossos animais 😉

Espero ter ajudado em algo.

Animal Exótico, diminuindo as fronteiras entre homens e animais!

Dermatite das dobras cutâneas

Fui chamado para atender um caso mais comum do que imaginado.

Coelhinho macho, adulto, iniciou apetite caprichoso e irrequieto.

Notei lesões no pescoço, justamente nas dobras, pois se tratava de um animal obeso.

006

Diagnóstico dado (dermatite das dobras cutâneas) e iniciado o tratamento. Após contato telefônico com cliente, o paciente apresenta-se melhor, mas ainda devemos realizar dieta para emagrecimento progressivo.

Coelho gordo não é coelho saudável!

Animal Exótico, diminuindo as fronteiras entre homens e animais!

 

Este animal é sadio???

Este pode ser o passo mais importante para obter-se sucesso na manutenção de um animal, pois se o animal estiver doente, de nada adiantará o resto…

191

Descreverei de forma rápida uma lista com itens a serem seguidos:

  1. PROCEDÊNCIA: só adquira animais documentados, microchipados e autorizados pelo IBAMA para sua comercialização de locais idôneos.
  2. BIOLOGIA: conheça bem as necessidades do animal a ser criado antes de adquirí-lo. Selecione uma espécie adequada a sua disponibilidade financeira, tempo disponível, espaço físico e o grau de sociabilização que pretende ter com ele (pegá-lo ou apenas olhá-lo ?).
  3. SAÚDE: este é um item complicado, onde um veterinário com prática no atendimento a répteis exóticos, poderá auxiliá-lo; mas darei algumas dicas para tentar minimizar uma possível escolha equivocada:

a) Evite animais que apresentam magreza acentuada, apatia e que não queiram  alimentar-se;

b) Evite animais com inchaço em qualquer parte do corpo, inclusive debaixo da pele;

c) Evite animais com dedos, membros ou mandíbula fora da anatomia normal da espécie;

d) Evite animais com problemas nos olhos e/ou portadores de regiões assimétricas de pigmentação escura excessiva, fora dos padrões normais da espécie;

e) Evite animais que estejam letárgicos ou fora do grupo de animais no terrário, isolados e/ou com posicionamento anormal da cabeça e pescoço para a espécie;

f) Evite animais com presença de ectoparasitas (carrapatos e/ou piolhos).

OBS: É bom salientar que para alguns animais, certos comportamentos, que a princípio sugeririam algum sinal de enfermidade, são normais para aquele espécie; por isso, um profissional da área é a pessoa mais indicada para a escolha adequada de um réptil sadio!

Animal Exótico, diminuindo as fronteiras entre homens e animais.

Pit come calcinha!

Sempre retiro corpos estranhos por endoscopia nas mais variadas espécies, mas uma calcinha daquelas da vovó foi a primeira rsrs.

A pitbull iniciou os sinais clínicos com vômitos. Foi medicada por colega com antiemético sem sucesso. Solicitou ultrassonografia e apareceu uma imagem no estômago, mas não sabiam do que se tratava.

Fui chamado, a pit anestesiada e iniciamos a endoscopia. Ao chegar no estômago algo grande de cor bege lá se apresentava, além de outras estruturas escuras tipo borracha.

168

Pensei em pano, ou algo parecido pois a cor era muito feia e o tamanho grande. Se estivesse no ar o chamaria de OVNI (objeto voador não identificado), mas como estava no estômago o defino como OGNI (objeto gástrico não identificado)!

169

Quando retirei o “OGNI”, fiquei impressionado: era uma calcinha daquelas da vovó rsrs.

170

Corpo estranho retirado sem maiores problemas para a paciente, e o melhor de tudo, sem cortes e sem dor!

Animal Exótico, diminuindo as fronteiras entre homens e animais.