Arquivo da categoria: Ferrets

Ferrets

Ferrets

Ferrets domésticos (Mustela putorius furo) pertencem a ordem Carnívora e a família Mustelidae. Geralmente os ferrets são animais fáceis de se cuidar e os proprietários não necessitam gastar muito dinheiro para sua manutenção (alimentação, vacinação  etc..), são relativamente quietos.

129

 

Valores fisiológicos para os ferrets domésticos:

–          tempo de vida: de 5 a 8 anos, mas podem viver ate os 12 anos,

–          maturidade sexual: entre 4 a 8 meses de idade,

–          tempo de gestação: varia entre 41 a 42 dias,

–          peso ao nascimento: os filhotes recém nascidos pesam entre 8 e 10 gramas aproximadamente,

–          abertura dos olhos: geralmente entre 21 a 37 dias de vida,

–          temperatura retal: de 37,8 a 40 graus Celsius,

–          frequência cardíaca: de 180 a 250 batimentos por minuto. Continue lendo Ferrets

Cinomose (Canine Distemper Virus-CDV) em Ferrets

O vírus da cinomose pertence à família Paramyxoviridae. Os reservatórios desta doença incluem os membros das famílias Canidae, Mustelidae e Procyonidae.

eu e filhotes

A maior fonte de transmissão é a exposição aos aerossóis. O contato direto com as secreções nasal e conjuntival, urina, fezes, e pele também podem ser causas de infecção. A incubação do vírus no animal varia de 7 a 10 dias.

Frequentemente, o primeiro sinal da doença no ferret é uma “erupção´´ no queixo. A pele ao redor dos lábios e queixo torna-se inchada e com crosta. Estas mudanças são acompanhadas por dermatite no ânus e região inguinal. Outros sinais incluem fotofobia, anorexia, depressão, pirexia, abundante secreção ocular purulenta e descarga nasal. A hiperqueratose do coxim plantar é comum. Uma infecção bacteriana secundária é responsável pela severidade do quadro respiratório.

O diagnóstico é baseado na história de exposição ao vírus, observação dos sinais clínicos, e resultado positivo na sorologia para cinomose e resultados histopatológicos. Testes não específicos incluem leucopenia e congestão pulmonar em achado radiológico. Deve-se descartar ou distinguir a cinomose da influenza.

Ferret tubo

Não existe tratamento viável para a cinomose em ferrets, e a mortalidade é de aproximadamente 100%. Atendo muitos casos e nenhum caso é igual ao outro. Casos de cinomose animais imunosuprimidos vacinados ou com vacinas atrasadas tem sido observados. Cada caso deve ser avaliado particularmente, e nunca desista de cuidar de seu amiguinho !

A prevenção é o melhor caminho para se evitar este mal. As vacinas específicas para cinomose em ferrets são aplicadas por médicos veterinários especializados no atendimento destes animais tão curiosos. O esquema vacinal para filhotes varia de profissional para profissional. Vacinação anual é obrigatória!

Continue lendo Cinomose (Canine Distemper Virus-CDV) em Ferrets